Encontro com Frédéric Martel, autor de “No armário do Vaticano” na Bibliomaison

Por ocasião da vinda ao Brasil do sociólogo e jornalista francês Frédéric Martel, que veio participar do Festival de Literatura de Paraty (FLIP), o Escritório do Livro da Embaixada da França no Brasil e a Bibliomaison o convidaram para conduzir um evento sobre o jornalismo investigativo.

JPEG

Durante quatro anos, Frédéric Martel mergulhou nos universos na Igreja Católica e no Vaticano, com temporadas em Roma e viagens por mais de 30 países. Realizou cerca de 1.500 entrevistas, incluídos 41 cardeais, 52 bispos e monsenhores, 45 núncios apostólicos e mais de 200 padres e seminaristas.
Sua pesquisa resultou no livro de mais de 600 páginas, “No armário do Vaticano - poder, hipocrisia e homossexualidade”, que acaba de ser lançado no Brasil pela editora Companhia das Letras.

Já traduzido em mais de dez idiomas, a obra está na lista de best-sellers em países como França, Portugal, Canadá (Quebec), Inglaterra, Irlanda, Austrália, Países Baixos, Bélgica, Suíça e Estados Unidos.
Frédéric Martel, conviveu com altos representantes da Igreja Católica e ressalta diversas incoerências no discurso clerical, de marcada tendência à homofobia, visto que a maioria de seus representantes seriam eles mesmos, segundo o autor, homossexuais.

Doutor em Ciências Sociais, Martel foi adido cultural da Embaixada da França nos Estados Unidos e na Romênia, professor convidado em Harvard e professor titular na França, na renomada ESSEC (Escola Superior de Ciências Econômicas e Sociais), no MBA da HEC (Escola de Altos Estudos Comerciais) e em Sciences Po-Paris.

O autor é também pesquisador (Senior Research Fellow) na Universidade ZHdK de Zurique (Suíça), onde os seus temas de pesquisa são: políticas públicas culturais, soft power, os meios de comunicação e a Internet.

Pesquisador também no CERI (Sciences Po-Paris), ele foi ainda perito junto à Comissão Europeia, onde fez parte da força-tarefa cultural “Novas narrativas para a Europa” junto ao presidente da Comissão da União Europeia.

O público pode acompanhar as ideias de Frédéric Martel em seu programa de radio “Soft Power”, todos os domingos pela emissora France Culture, e também pela internet em suas reportagens publicadas no site Slate.fr.

Martel é autor de mais de dez livros, incluindo De la Culture en Amérique (2006), Mainstream - a Guerra Global Das Mídias e Das Culturas (2012) e Smart: O que você não sabe sobre a internet (2014).

JPEG

JPEG

publié le 16/08/2019

haut de la page