Incêndio consome a Catedral de Notre Dame

O presidente francês, Emmanuel Macron, e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, se pronunciaram a respeito

O presidente da Republica francesa, Emmanuel Macron, e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, expressaram sua profunda tristeza ao falar do incêndio que consome neste momento a Catedral de Notre Dame, em Paris, um dos mais importantes e antigos monumentos da França.

"Notre Dame de Paris tomada pelas chamas. Comoção de toda uma nação. Meus sentimentos a todos os católicos e a todos os Franceses. Como todos os nossos compatriotas, estou triste essa noite de ver se queimar essa parte de nós." declarou o presidente por Twitter.

A prefeita de Paris também fez a seguinte declaração por Twitter: "Não tenho uma palavra que seja forte o bastante para expressar a dor que estou sentindo diante de #NotreDame consumida pelas chamas. Essa noite, todos os Parisienses e Franceses choram por este emblema de nossa historia. De nosso lema, tiraremos forças para nos reerguer: Fluctuat nec mergitur." (É sacudido pelas ondas, mas não afunda)

Acompanhe ao vivo a repercussão do incêndio: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/04/15/fogo-na-igreja-de-notre-dame-em-paris-e-relatado-em-redes-sociais.ghtml

— 

PNG

PNG

Nesta terça-feira (16), o presidente voltou a se pronunciar sobe o incêndio que destruiu a Catedral Notre-Dame em cadeia de televisão. Ele prometeu reconstruir a catedral em até 5 anos. " Ao longo de nossa história, nós construímos cidades, portos e igrejas. Muito foi destruído, e sempre nós reconstruímos", disse Macron.

Bilionários e doadores privados também se mobilizaram para financiar a reconstrução do monumento. Se concretizadas, essas doações somarão mais 600 milhões de euros (R$ 2,87 bilhões).
JPEG

publié le 18/04/2019

haut de la page