Meus estudos na França – Junho 2017

Uma vez por mês, apresentamos um breve encontro com brasileiros que estudaram na França, vindos do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e do Espirito Santo. Algumas perguntas, sempre as mesmas, nos permitem saber mais da experiência de quem saiu daqui para ir estudar nas universidades francesas.

JPEG

"Enquanto casal, a experiência vivida fortaleceu nossa cumplicidade."

Evandro Camelo (63) e Claudia Diogo (53), do Rio de janeiro, são casados e estudaram na França em 1991 e 1992. Ele elaborou sua tese de doutorado no Centre d´Etudes Nucléaires de Grenoble (CENG-CEA), e ela realizou uma especialização em Dermatologia no Centre Hospitalier Universitaire de Grenoble (CHU Grenoble).

Cidade de origem: Rio de Janeiro (RJ)
Cidade de estudos na França: Grenoble

Por que vocês escolheram estudar na França?
A escolha da França deveu-se ao fato de existir na cidade de Grenoble centros de excelência na área de escoamento bifásico e de foto-dermatologia, que atendia aos nossos interesses de capacitação profissional.

Qual foi a primeira impressão que vocês tiveram, ao chegar à França?
As instituições nas quais fomos estudar nos acolheram de forma muito positiva e nos ajudaram no processo de pesquisa de imóveis para nossa moradia, de tal sorte que em menos de quinze dias mudamos do hotel para o apartamento que foi nossa residência durante os dois anos de permanência em Grenoble. Nós nos sentimos muito bem-vindos e felizes pelas escolhas que havíamos feito!

Qual a maior lembrança que vocês guardam da França?
Os passeios de sábado à tarde no centro de Grenoble para flanar, tomar café e comer torta de morangos ou um marrom glacê e visitar a Livraria Arthaud. Os amigos franceses que compartilharam momentos conosco e nos ensinaram muito sobre a cultura francesa. Não podemos deixar de mencionar o nascimento do nosso filho em solo francês.

Hoje, qual o vínculo de vocês com a França?
A língua francesa, que mantemos viva no nosso dia a dia através de leitura, filmes e TV a cabo (TV5). Os amigos franceses que fizemos durante nossa estada em Grenoble e que cultivamos até hoje. Sempre que temos oportunidade, retornamos à França para matar as saudades, que são muitas.

Qual a atividade profissional de vocês?
Evandro Camêlo é Engenheiro Mecânico e Claudia Diogo é médica dermatologista.

No quê a estada na França mudou suas vidas?
Nossa estada na França foi determinante em nossas vidas, tanto profissional quanto afetiva. Adquirimos em um curto período a capacitação profissional desejada para que pudéssemos contribuir por meio de nossas atividades para o desenvolvimento do nosso país. Aprendemos a apreciar os vinhos, os queijos e a gastronomia francesa. Sem esquecer que a família cresceu...

Três palavras para resumir sua experiência lá?
Aprendizado / Cumplicidade / Saudade.

Três palavras para resumir o país?
História / Cultura / Gastronomia.

publié le 07/06/2017

haut de la page