O Professor Jean-Yves Mollier estará no Rio de 10 a 19 de agosto, para dar uma série de conferencias

Jean-Yves Mollier é professor emérito de historia contemporânea na Universidade de Versailles Saint-Quentin-en-Yvelines, onde dirigiu durante muito tempo o Centro de historia cultural das sociedades contemporâneas.

JPEG

O Professor Jean-Yves Mollier estará no Rio de 10 a 19 de agosto, para dar uma série de conferencias.

Jean-Yves Mollier é professor emérito de historia contemporânea na Universidade de Versailles Saint-Quentin-en-Yvelines, onde dirigiu durante muito tempo o Centro de historia cultural das sociedades contemporâneas. Em parceria com a Professora Marcia Abreu da Universidade de Campinas, ele dirigiu um programa sobre “A circulação transatlântica de material impresso entre a França, o Brasil, a Inglaterra e Portugal”. Além disso, ele trabalhou também com seus colegas nas universidades de São Paulo (USP), Campinas (Unicamp), Belo Horizonte (UFMG) e Rio de Janeiro (UFF, UFRJ, Casa de Rui Barbosa, entre outras).

Ele foi convidado pela Casa de Rui Barbosa e o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro para participar de um seminário internacional sobre “A imprensa na Belle Époque”, de 15 a 17 de agosto de 2017. A sua palestra neste evento será na quarta-feira 16 de agosto, com o titulo “O dinheiro investido na imprensa durante a Belle Époque”.

Durante a sua estadia no Brasil, o Sr. Jean-Yves Mollier participa também de outros encontros, como uma conferencia na Livraria Leonardo de Vinci sobre o tema “O leitor, a leitura, a edição e o dinheiro” sexta-feira 11 de agosto às 18h30.

Na segunda-feira 14 de agosto, ele participa na UFRJ de um seminário sobre “Os irmãos Goncourt e seus editores: uma relação conflituosa” - um estudo sobre os irmãos escritores, que lutaram pela independência intelectual e brigaram por isso com seus editores, que atuavam como intermediários de suas obras junto ao publico. Jean-Yves Mollier participou de dois colóquios em 2003 durante as comemorações no Senado francês e na Biblioteca Nacional francesa (BnF) pelos cem anos do Prêmio Goncourt (o maior premio literário da França).

Para terminar, ele estará na Midiateca do Consulado da França no Rio de Janeiro na sexta-feira 18 de agosto às 19h para o Café Cientifico sobre “Nossos ancestrais eram mesmo gauleses ? - A França do século XXI frente a tentação de reescrever sua narrativa nacional”.

O Serviço de Cooperação Cientifica e Universitária do Consulado geral da França no Rio de Janeiro organiza esses Cafés Científicos, no intuito de divulgar os trabalhos de pesquisa cientifica sobre temas nos quais a cooperação franco-brasileira é importante, incitando o publico a refletir sobre assuntos atuais ligados às ciências exatas, humanas e sociais.

Siga o Consulado nas redes sociais para ficar por dentro dos próximos Cafés Científicos:

https://www.facebook.com/events/136461993606825/?acontext=%22source%22%3A4%2C%22action_history%22%3A%22null%22&source=4&action_history=null

http://www.casaruibarbosa.gov.br/interna.php?page=materia&ID_S=9&NM_Secao=not%C3%ADcias&ID_M=3907

publié le 11/08/2017

haut de la page