Uma comitiva de 60 empresas francesas aposta na economia brasileira

Durante uma missão ao Brasil programada pelo MEDEF (Mouvement des Entreprises de France), a comitiva de 60 empresas francesas participou de dois seminários, no Rio de Janeiro e em Niterói. Os empresários aproveitaram para trocar ideias sobre novas oportunidades de negócios, reafirmando a intenção de investirem à longo prazo.

JPEG

O MEDEF Internacional organizou, em parceria com a Embaixada da França no Brasil, uma missão de três dias, começando dia 4 de dezembro em São Paulo, continuando dia 5 em Brasília e terminando dia 6 no Rio, onde os empresários franceses se reuniram com os representantes da FIRJAN (Federação de Indústrias do Rio de Janeiro), do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), e da Prefeitura de Niterói.

Encontro com representantes da FIRJAN

O seminário que foi organizado fez com que os empresários franceses pudessem ter uma visão ampla e detalhada da situação econômica no Estado do Rio, bem como de suas oportunidades de negócios e da infraestrutura disponível em diversos setores, tais como: transporte, saúde, energia, agroanegocio, aeronáutica, bancos e finanças, novas tecnologias, cidades inteligentes, etc.

O Sr. Paulo Rabello de Castro, Presidente do BNDES, apresentou à comitiva um painel sobre os desafios econômicos do país. Na ocasião, ele anunciou ao grupo de empresários franceses e brasileiros presentes que pretende duplicar os investimentos do BNDES, passando de 75 bilhões para 150 bilhões de Reais até o fim de 2022. Ele ressaltou que considera baixo o nível de investimentos realizados no Brasil (equivalente a 2,5% do PIB) e declarou a sua intenção de chegar a 4,5% do PIB em 2022.

Encontro com o Prefeito de Niterói, Rodrigo Neves

Os empresários também aproveitaram a visita ao Rio de Janeiro para atravessar a ponte e encontrar o Sr. Rodrigo Neves, Prefeito de Niterói, sabendo que a cidade já tem diversos projetos de cooperação em curso com a França. O Prefeito apresentou 37 oportunidades de negócios no município para empresas francesas, ressaltando o potencial de crescimento do setor de óleo e gás e lembrando que 6 bilhões de dólares serão investidos na construção da maior refinaria do país, a COMPERJ, em Itaboraí.

publié le 15/01/2018

haut de la page